Sim… são livros digitais grátis!

livros digitais grátis

Novidades
Agatha Christie - Cipreste Triste

Agatha Christie – Cipreste Triste

Elinor Carlisle estava de pé, muito direita, a cabeça levantada. Era uma cabeça graciosa, de contornos finos e bem definidos. Os olhos eram de um azul intenso, o cabelo preto.
As sobrancelhas tinham sido reduzidas a uma linha leve e fina.

Agatha Christie - Morte do Almirante

Agatha Christie – Morte do Almirante

Em Londres, em 1932, 13 membros da mais importante (e mais prestigiosa) organização de autores de livros de mistério e suspende, o Detection Club, reuniram os seus apreciáveis talentos no preparo do agora legendário e raro A MORTE DO ALMIRANTE.

Agatha Christie - Morte do Nilo

Agatha Christie – Morte do Nilo

De boca aberta e olhos arregalados, os dois homens fitaram o belíssimo Rolls Royce vermelho, que parara em frente do Correio. Desceu uma jovem, sem chapéu e com um vestido que parecia (parecia somente) muito simples. Cabelos doirados e feições um tanto autoritárias

Agatha Christie - Morte entre Ruínas

Agatha Christie – Morte entre Ruínas

“Compreendes que ela tem de ser morta, não compreendes?” A pergunta flutuou no parado ar nocturno, pairou um momento e depois afastou-se, perdeu-se na escuridão, para os lados do mar Morto. De testa franzida, Poirot deteve-se, com a mão no fecho da janela. Depois fechou-a com um gesto decisivo, a impedir a entrada aos malefícios [continuar a ler]

Agatha Christie - Morte na Praia

Agatha Christie – Morte na Praia

Quando o capitão Roger Arigmering construiu, em 1782, uma casa na ilha ao largo da Baía de Leathercombe, considerou-se isso o cúmulo da excentricidade. Um homem de boas famílias como ele deveria ter uma mansão digna erguida num amplo prado, talvez com um riacho e boa terra de pastagem.

Agatha Christie - O Adversário Secreto

Agatha Christie – O Adversário Secreto

A jovem voltou-se, sobressaltada por ouvir uma voz masculina a seu lado. Vira aquele homem mais
de uma vez entre os passageiros da primeira classe. Rodeava-o uma aura de mistério. Não falava
com ninguém. Se alguém falava com ele, dava-se pressa em recusar o tácito convite para a
conversa…

Agatha Christie - O Assassinato de Roger Ackroyd

Agatha Christie – O Assassinato de Roger Ackroyd

Mrs. Ferrars morreu na noite de quinta-feira, de 16 para 17 de Setembro. Foram chamar-me às oito horas da manhã de sexta-feira, 17. Nada havia a fazer; estava morta havia algumas horas…

Agatha Christie - O Enigma das Cartas Anónimas

Agatha Christie – O Enigma das Cartas Anónimas

Quando finalmente me tiraram o gesso, e os médicos me viraram do avesso à vontade, e as enfermeiras me persuadiram a usar os membros com prudência, e eu me senti nauseado por elas falarem comigo praticamente como se fala com um bebé, Marcus Kent disse-me que eu devia ir viver para o campo…

Agatha Christie - O Estranho Caso da Velha Curiosa

Agatha Christie – O Estranho Caso da Velha Curiosa

Mrs. McGillicuddy seguia arquejando, ao longo do cais, na esteira do carregador que lhe transportava a
mala. Mrs. McGillicuddy era baixa e corpulenta, ao passo que o carregador era alto e esgalgado. Além disso, Mrs. McGillicuddy ia carregada com uma quantidade de embrulhos, resultado de um dia de compras para o Natal. Por conseguinte, a corrida era desigual e o carregador dava já a volta ao extremo do cais, quando Mrs. McGillicuddy ia ainda a meio deste…